2016-01-22

NY: raio-x ambiental

Marisa Vitorino Figueiredo

Uma mapa recente e interactivo, a partir de dados públicos, dá conta da pegada carbónica dos edifícios de Nova Iorque, Estados Unidos. A cidade que nunca dorme tem também algo a mostrar (e a melhorar) no que concerne ao desempenho ambiental dos seus edifícios.

 

A partir dos registos de consumos de água e energia de cada edifício, a web developer Jill Hubley traçou um mapa que permite comparar, por cores, as emissões de gases com efeito de estufa associadas a cada imóvel – ou associar as emissões por metro quadrado. Os proprietários dos maiores imóveis são obrigados, por lei, a divulgar o consumo de utilities.

 

Perante o mapa, é possível identificar dois grupos de edifícios com um nível de emissões problemáticos, sublinha a autora do trabalho. Por um lado, os grandes edifícios do centro de Manhattan, ponto nevrálgico de Nova Iorque; por outro, alguns dos imóveis pertencentes à Autoridade para a Habitação da Cidade de Nova Iorque.

 

O cenário não é desconhecido das autoridades locais. Prova disso, é que ambos os focos de maior pegada carbónica já estão a ser geridos com planos estratégicos de intervenção. O The New York City Carbon Challenge, por exemplo, procura uma maior eficiência energética dos edifícios existentes, através do compromisso voluntário de privados – muitos dos quais localizados exactamente no centro de Manhattan.

 

Já no caso dos edifícios de gestão pública, está em marcha um plano de intervenção para melhorar a eficiência dos imóveis da Autoridade para a Habitação. As primeiras acções dizem respeito à substituição de caldeiras e iluminação.

 

A apresentação destes dados num mapa interactivo, através de cores que vão do verde escuro (menos emissões) ao castanho escuro (mais emissões), acaba por ser uma ferramenta útil para visualização da informação. Fica a dúvida sobre como seria um mapa semelhante dedicado às emissões dos edifícios das nossas cidades. 

VOLTAR

NOTÍCIAS RELACIONADAS

2017-10-18
Tecnologia smart chega à varredura das cidades portuguesas
Instalar sensores nos carrinhos da varredura utilizados pelos cantoneiros, de forma a recolher dados sobre o serviço...
2017-06-29
Porto, a CIDADE+
De 6 a 9 de julho, o Porto será o palco de debate sobre a Sustentabilidade e o Ambiente, através da 4.a edição do...
2016-12-13
Amadora prepara debate sobre cidades inteligentes, ambiente e território
Ambiente, urbanismo, ordenamento do território, economia circular e resiliência do território são os eixos que vão...
2016-12-07
Eficiência energética e energias renováveis: que ambição para 2030?
O apelo tem vindo a ser repetido sucessivamente por organizações ambientalistas e coligações internacionais de...
VER TODAS